Maria, Modelo de Santidade

Maria é para a Igreja, modelo de vida e santidade, nos ensina a ser santos através de sua humildade, coragem, fé e fortaleza.

Em meio a muitíssimas mulheres, Deus escolhe Maria para ser a Mãe de Jesus, não escolheu nenhuma princesa ou rainha da época, mas sim uma virgem humilde de Nazaré.

Em seus doze anos, recebe a visita do anjo Gabriel que faz a divina proposta de ser a Mãe do Messias, e Ela com toda a sua humildade dá o "SIM" ao Senhor com as seguintes palavras: "Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua vontade." Lc 1,38

Maria foi virgem antes, durante e depois do parto, pois o menino que nasceu do seu ventre foi obra do Espírito Santo.

Maria como toda mulher, precisava de um companheiro, alguém que ajudasse na educação do Santo Menino, o nome do marido de Maria era São José, o carpinteiro, homem humilde como ela, honesto e casto, foi para Jesus um pai adotivo.

Mesmo recebendo a bênção de ser Mãe do Filho de Deus, Maria sabia que ia sofrer muito, pois Jesus veio ao mundo para sofrer pela humanidade e dar a ela a Salvação.

O primeiro sofrimento de Maria foi quando Jesus era bebê, Herodes, sabendo que o Messias tivera nascido, mandou matar todas as crianças que tinham até três anos de idade.

Jesus, porém, não foi ferido, pois José teve um sonho onde um anjo ordena que fosse imediatamente para o Egito onde deveria morar até que todos os que queriam a morte de Jesus morressem. José, então, fez o que o anjo ordenou, acordou Maria e foi os três para o Egito.

O segundo sofrimento de Maria foi quando Jesus tinha doze anos, era época da Páscoa, e Jesus tinha se perdido de seus pais, foram três dias de agonia para Maria e José que o procuravam em todos os lugares, até o encontrar no templo ensinando as Escrituras aos doutores da lei. Depois dessa passagem, Maria só aparece na Bíblia no primeiro milagre de Jesus, nas Bodas de Caná.

Jesus começa a sua missão salvífica com as Bodas de Caná, onde através de Maria, Jesus faz o seu primeiro milagre de transformar a água em vinho. Podemos chegar então a uma conclusão muito importante: Maria é também nossa Intercessora. Quando notou a falta de vinho na festa, veio logo falar com seu amado filho: "Eles já não tem vinho." (Jo 2,3) Jesus então responde: "Mulher isso compete a nós? Minha hora ainda não chegou." (Jo 2,4). Mesmo assim Maria não desiste, sabendo da bondade de Jesus fala aos servos: "Fazei o que Ele vos disser" (Jo 2,5). Jesus então faz o milagre.

É muito importante mencionar que Maria não realiza milagres, ela é somente nossa Intercessora, quem faz milagres é Jesus.

Então, quando você tiver precisando da ajuda de Jesus, peça a ajuda de Maria. Tenho certeza que ela, com toda a sua humildade e amor ao seu filho, vai fazer com que o seu problema chegue as mãos de Jesus.

Através do milagre das Bodas de Caná, Jesus começa a sua missão, e Maria fica um tanto quanto desaparecida durante esse período na Bíblia, só aparece em algumas passagens e durante a Paixão de Jesus e Ressurreição.

O sofrimento de Maria não para por aí, no período Pascal, Jesus estava prestes a ser entregue, Maria nunca esteve afastada, ficou todo o tempo lá perto de Jesus, através da oração.

Ver seu Filho morrer crucificado foi uma dor enorme no coração de Maria. No pé da cruz, Maria sofria com Jesus, era consolada por João (apóstolo amado).

Foi na cruz que Jesus deu a Maria uma nova missão, através das seguintes palavras: "Eis aí o teu filho". Depois, disse a João: "Eis aí a tua mãe". (Jo 19,26-27). João representava naquele momento todos nós, Jesus então entrega nas mãos de Maria o coração de todos os Filhos de Deus, para que seja não só a Mãe Dele mas também a nossa Mãe. Por isso que podemos considerar Maria como Nossa Mãe.

Depois da Paixão e Ressurreição de Jesus, Maria teve um papel muito importante. Junto com os apóstolos, Maria perseverava na oração e formava a Igreja de Jesus, por isso podemos considerá-la como Mãe da Igreja (At 1,14).

Através dos fatos mencionados, podemos chegar a uma gloriosa conclusão: Maria, sem dúvida nenhuma é modelo de vida e santidade para a humanidade e é também nossa Intercessora junto ao seu Filho Jesus e vem a nós todos os dias nos protegendo e nos cobrindo com o seu santo manto.

Agora que você sabe quem é Maria, vamos rezar a oração Mariana, que todos conhecem:

"Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco.

Bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus!

Santa Maria, Mãe de Deus, rogar por nós pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém!"